Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Política’


A educação como base sólida de uma sociedade. Esta seria uma das premissas de um novo amanhã ou de um conceito de sociedade norteado nas necessidades de transformação, transformação esta que, infelizmente, ainda não sentimos na pele em forma de respeito a direitos e deveres. O que vemos incessantemente é uma busca cada vez mais frenética pelo empobrecimento não só social mais sim, do empobrecimento de uma consciência que já hiberna no atraso educacional.

Tendo as políticas partidárias como pano de fundo, vemos décadas e décadas de uma ineficiência no papel do Estado na sua tarefa de levar e oferecer uma educação de base com qualidade e não mediocridade. As necessidades do país vão além do populismo da “Bolsa Miséria” e nem do discurso demagogo da maioria dos políticos, mas sim de uma construção de uma educação cidadã, que oriente a população e não a coopte só em época eleitoral. Não adianta só aliviar a pobreza com programas populistas, como salienta Pedro Demo. O traço histórico de nosso país é este que aí está, e como combatemos um ranço ou um vício? Com educação.

A distribuição da renda de uma forma superficial não é o caminho. O caminho passa por um conceito democrático de reforço às estruturas sociais. A educação, a família e a dignidade dos cidadãos devem ser imperativamente analisadas, observadas e amparadas não com programas políticos eleitoreiros. Qual é a chance de uma pessoa contemplada com o “Bolsa Família” tem? Seria um crediário social? Daquele que se a candidata as situação ganhar eles, os que recebem, pensar em, quiçá mais 8 anos? Ou deveriam pensar em colocar as suas crianças em uma escola, não só para garantir o recebimento do auxílio, mas sim colocá-las em um local de aprendizado, construção e reflexão.

Reflexão esta que traria uma indagação? Ora se é meu direito ter uma educação de qualidade, uma moradia, um emprego com um salário digno, segurança para o meu ir e vir, porque então estou recebendo um auxílio em troca disso? Porque não o inverso? A escola com reflexão e com uma efetiva construção de saberes traria isto. Comer é dignidade, isso todos sabem de cor. Mas é o senso de indagação e de um questionamento? Quem recebe este “cala boca” do Estado, nunca poderá ir de encontro a ele. E é exatamente isto, que “eles” querem e incessantemente almejam. Uma sociedade miserável, sem educação e amordaçada.

Aspecto de primaz importância o que fora levantado por Demo na entrevista. A parcela do orçamento na qual o “Bolsa Família” está inserida é ínfima. Se pensarmos no todo, o que o governo destina aos contemplados do programa é realmente uma miséria se comparado ao que a corrupção nos arranca é hilária a disparidade. Perdoe-nos, hilária não! Ela é digna de pesar e revolta.

O que se pensa, não é em Educação. A política atual é de confinar as crianças e adolescentes nas escolas por um tempo enorme. Alfabetizar uma criança em três anos quando que em somente um se tivermos uma boa escola e um bom professor. A escola precisa parar de ser albergue. Muitas das crianças que a freqüentam, só comem quando vão “estudar”. Isso é desumano, sacana e perverso. Merenda sim, mas com ela todo um processo de transformação da realidade que aí está. Gerações e gerações bem instruídas e orientadas farão a diferença. Temos certeza disso.

Só assim, nosso país iria parar de captar mão de obra estrangeira para os altos cargos das áreas de tecnologia. Pois teríamos qualificação aqui. E só uma escola que seja irmã de uma sociedade consciente e não emudecida.

Só assim o conceito de democracia sairá dos livros e do dicionário de uma vez e será aplicado em toda a sua essência.

Os homens públicos deste país só querem se comprometer de fato com a economia. Com o sistema financeiro. A população que fique em segundo plano, ela que “dê os seus pulos” e se adapte a uma nova realidade que nos visita de tempos em tempos. E com esses abalos sazonais, as estruturas que não deveriam ser sequer abaladas, pagam o preço. Educação em país comprometido, não sofre corte de verbas, mas sim, uma constante revisão do que mais pode ser feito.

“Não pergunte o que seu país poderá fazer por você, mas sim o que você poderá fazer pelo seu país” esta frase atemporal de John Kennedy é linda. Desde que o “você” da frase esteja ciente de tudo o que tem direito, de tudo o que tem dever. Esta frase só tem efeito se o senso ético do cidadão está apurado e acompanhado de um senso de moral afinado com a transformação. Isso falando no macro e não no microcosmos da corrupção, dos desmandos e da falta de interesse em mudar o cenário que aí está.

Anúncios

Read Full Post »


Falar de ética quando temos a política como pano de fundo, além de ser um assunto tênue, é de prática de poucos. Tráfico de influências, corrupção e desmandos são os expedientes de muitos. A ética, aquela que aprendemos em casa, é pela maioria esquecida. Infelizmente, para nós, soa como desesperança.

No filme “Todos os homens do Presidente” pude notar várias batalhas entre o ético e o seu antagonista. Desde a apuração dos fatos pelos repórteres até o encobrimento dos fatos pelas autoridades competentes. Tudo envolto em um pano de fundo já conhecido e que fascina a muita gente: O poder.

Uma das coisas que me marcaram é muito foi a conduta do redator-chefe do Washington Post que, só iria publicar a matéria conduzida por dois de seus jornalistas, se houvesse fundamento de provas e uma melhor apuração dos fatos. Hoje o que vejo, é uma publicação indiscriminada de matérias sem o devido cuidado da apuração. E qual é o resultado disso? Um festival de direitos de resposta. Isso é muito comum em época eleitoral.

“Publicar com argumentos claros e objetivos”, esta foi a frase que a personagem de Jason Robards indicou aos seus repórteres. Isso fundamenta uma boa pesquisa de fontes e revisão constante de declarações de depoimentos. Mesmo assim, com esse cuidado editorial todo, o jogo da política se faz presente quando difama e calunia o jornal. Mas mesmo com todas as bordoadas, a busca incessante por uma notícia que esclareça as pessoas, se mostrou como direcionamento. Doa a quem doer.

Até quando posso eu, agir pelo meu partido sem ferir preceitos éticos? Em vários momentos do filme, pude perceber que os integrantes do partido do candidato a reeleição Richard Nixon, escamotearam a verdade. Acobertando manobras fraudulentas e direcionando aos participantes do escândalo Watergate a se manterem calados, sob o medo de retaliações. Mas a ética é soberana na mente de alguns. Mesmo acuados, sob perigo de vida, alguns de nós denunciam e não se calam. Para beneficio da democracia e da justiça. Algo muito raro. Colocar minha vida em risco, para um bem maior.

A indução e a manipulação por meio de estratagemas psicológicos são condutas éticas? Em vários momentos do filme, pude perceber que os jornalistas se faziam valer de sua perspicácia para conduzir os depoimentos de modo que eles realmente atingissem o seu objetivo. Seria válida esta estratégia? Eu não gosto desse tipo de condução de apuração de fatos. Existem pessoas que são influenciáveis. Esta condução para mim é antiética.

A verdade é relativa, é veiculo de manipulação dos seus interlocutores. A apuração é relativa, depende da vontade e dos propósitos dos apuradores. Mas se tem uma única coisa que não é relativa em qualquer processo, esta é a ética. Para ela não existe meia ética ou menos ético. Você é ou não é, ponto.

Em um país que sofre com todo tipo de calamidades administrativas, a ética soa como utopia. Uma utopia que só poucos a praticam, isso comparando com os do “lado obscuro da força”. Devemos iluminar mentes, fazer do exercício do protesto uma rotina em nossas vidas. Pois só esclarecendo papeis e nos indignando com o que achamos errado, iremos também refletir sobre nossa conduta social. Assim, descobrindo se a nossa postura é ética ou não.

Não adianta sair da vida para entrar na história, ter aquilo roxo, crescer cinqüenta anos em cinco, o que queremos é uma democracia de fato e de direito. Chega de só observar o que realmente significa nos preceitos básicos no dicionário. Pois da teoria para a prática temos um hiato abissal e doloso.

A ética é irmã gêmea da democracia. Pois só teremos um ambiente democrático se realmente respeitarmos leis, direitos e deveres. Aí sim, com todos sabendo e praticando o seu verdadeiro papel do “sujeito-ético-político” teremos uma pátria amada e gentil. Com todos tendo os mesmos direitos e deveres. Pode soar como utopia, mas eu como educador e jornalista, não posso abandonar esta causa nobre. Ingrata, dolorosa e desestimulante em alguns momentos. Mas é minha ética, meu norte e minha consciência. E sei que não estou sozinho nesta.

Read Full Post »


Amigos deste Blog, como vocês andam ??

Depois de analisar a soma astronômica gasta pelo Real Madrid na sua reformulação do elenco para a próxima temporada, algumas coisas me vieram a cabeça e velhas inquietações ainda me perturbam.

Como conseguem e de onde vem este dinheiro ?? Que pode cegar muitos, mas não a mim. O Real por exemplo vendeu o seu centro de treinamento para a prefeitura de Madrid por uma soma astronômica, e depois alugou o mesmo por uma soma ínfima. Grande negócio ?? Quem assinou o contrato ?? Com quais interesses ??

Agora me vem com esta de Kaká e Cristiano Ronaldo, o mundo do futebol atualmente está cheio de dinheiro vindo de fontes duvidosas. Não que isto seja atual, muito pelo contrário, é expediente histórico de vários clubes pelo mundo. Muitos foram apoiados por ditadores e tiveram também ajuda de governos irresponsáveis.

Torcedores do Real Madrid na apresentação de Kaká

Torcedores do Real Madrid na apresentação de Kaká

Hoje no Brasil, o que mais ouço falar são os clubes que viraram vitrine de empresas ou de “mercenários do futebol”, que são aquelas pessoas que expropiam o futebol como se fosse um galeto em uma churrascaria, só tirando o seu pedaço de duas maneiras, uma lentamente e a outra dando cortes profundos.

Acho lamentável que os grandes clubes brasileiros estejam nesta roda viva. Não se pode brincar com tradições, torcidas e a história do clube. A base deveria ser preservada e prestigiada. Não pode ocorrer o que está acontecendo sistematicamente:  leilão de jogadores e a venda precoce de nossas promessas.

Quero também só ver a gastança da Copa do Mundo de 2014. O festival de superfaturamentos e de desvios de verbas. Será um “copaduto” ?? O nosso ministro dos esportes é um arroz de festa já manjado. Ontem estava no Beira-Rio. Fazendo o que ?? Claro, quem paga a estadia e as passagens somos nós, e o pior, os babacas lobotomizados que votaram em Lula.

Uma pergunta fica no ar: Será que vão conseguir roubar mais do que 10bi nas obras da Copa ?? Pois o relatório do PAN (TCU), com aquelas irregularidades todas e aquele roubo de mais de 4bi ainda está dormindo em berço esplêndido.

Em país que o povo é sacana, o povo se lasca diariamente.

Em país que prevaricador é presidente, tudo acontece.

Em país que políticos são representantes deles mesmos, tudo acontece.

E o nosso futebol, o espelho de nossa sociedade poderia escapar ileso ?? Definitivamente não !!!

Tomara que as coisas mudem, mas como a sociedade brasileira é sacana também, acho muito difícil alguma coisa mudar profundamente.

O povo brasileiro é sacana, acomodado e gosta de receber esmolas para ficar com a boca calada. Só somos patriotas em Copa do Mundo ou em Olimpíadas. Tem sacana inchando com seu carguinho comissionado o quadro de funcionários públicos.

Enfim…… ainda vejo uma luz !!!

Read Full Post »


Amigos do Blog e meus amores

Atualmente o que vejo em nossa sociedade é um festival de intenções das mais bonitas, mas infelizmente, o que realmente conta é qual máscara aquela bendita pessoa estará usando.

Artificio mais usado pelos politícos, a promessa sofista é uma das máscaras que corroem sonhos e desiludem as pessoas que ainda acreditam numa sociedade que norteie a igualdade de oportunidades. Não dá mais ouvir aquele festival de promessas e ficar sentado achando que tudo irá cair do céu.

Temos que tirar a nossa própria máscara, a da prostação social. Temos a obrigação de fazer a parte que nos cabe nesta situação. Arregaçar as mangas é nosso dever e a vigilancia é nosso direito. Mas para isto acontecer teremos que estar em um estado democrático de direito, com as mesmas responsabilidades para todos. Não aguento mais ver os mesmos se safando de tudo e com aquele velho respaldo, o vil e canalha.

Pois o fato na realidade é bem outro. Leis são impostas para muitos e pouco respeitadas pela corja dominante social, os ricos. A máscara sempre será mudada por eles, usam e as resusam, dependendo do perigo e da situação. Isso no cotidiano é mais do que normal, poderão dizer muitos.

Mas o realmente quero é que não exista mais !!!!

A educação não pode ser usada como máscara social e nem o combate a fome. Não deveriam em uma sociedade realmente compromissada com o todo serem armas políticas. Hoje em meu governo, o que vejo é a exploração da miséria com uma vontade única, mas a errada. A certa deveria ser uma analise profunda e um discussão sobre o assunto de forma democrática.

Chega de exploração das miserias alheias !! Chega de máscaras para chegar onde queremos.

Beijo no coração !!! Ótima quinta-feira !! 

Read Full Post »


7bab0afcbe-7096-4d0c-bfe2-35efd507f02b7d_0002

Barack Obama na cerimônia de posse nos EUA

Amigos deste Blog e meus parceiros,

Com a posse de Barack Obama hoje nos EUA renova-se a esperança de um entendimento mais do que urgente em nosso planeta já mais do que combalido. A sinalização de uma renovação já é bem vista de cara, mas com o velho olho da desconfiança à postos. A pergunta que todos nós nos fazemos neste exato momento é sempre a mesma quando a renovação está no ar: Será que as coisas serão diferentes ?? Será que Obama corroborará esta esperança que nos alimenta neste momento de transição ??? Sinceramente ainda não sei, mas torço e muito para que dê certo.

Estamos mais do que carentes de uma liderança que traga realmente o sentido de renovação política e social, estou cheio de promessas e de idéias puramente sofistas, quero algo sério e realmente compromissado com o futuro. Do jeito que as coisas andam não demoraremos para termos um conflito de dimensões globais, a propósito de que eu não sei e também para quem.

Torço muito para que Obama restaure entre os países o sentimento de união e de uma política de corelação decente, e não a predatória que George W. Bush fez uso nos oito anos de mandato. Tomara e muito que ele se utilize de muitas das idéias de alguns dos seus ídolos as legendas Abraham Lincoln e Martin Luther King. E que a Declaração Universal dos Direitos do Homem seja realmente aplicada na política diplomática com outros páises. O que definitivamente não vem sendo feito por um bom tempo.

Como diria Luther King……. ” Eu tenho um sonho….”

Beijos em todos, ótima terça-feira !!!

Read Full Post »

Humor


Enquanto isso em Brasília ……

Sr. Presidente,

Não esquecer: o nome do novo presidente dos EUA
é BARACK OBAMA e não BARRACA DA BRAHMA.

Atenciosamente,
Assessoria de Imprensa

* Recebi esta pérola de humor do Breno – www.aconteceaqui.wordpress.com

Read Full Post »


Amigos

Fico revoltado com essa premissa de pessoas com problema na justiça poderem estar aptos a pleitear um cargo público. Não importando a gravidade do delito e nem a natureza, o que vejo é uma permissividade asquerosa, pois estas pessoas simplesmente ficarão se provada a culpabilidade dos atos ilícitos, somente “bloqueadas” de um pleito, podendo se candidatar no próximo ou em algum logo depois.

Teve candidato a prefeito aqui em Salvador que tem inquéritos em curso. Mas como uma pessoa com algum tipo de dúvida com a sua lisura administrativa, pode se candidatar a um cargo público ?? Só aqui em nosso país é claro !! Pois além da justiça demorar e muito, ela invariavelmente e condescendente com esse tipo de pessoas.

Não dá para ver pesssoas ignóbeis, corruptas, safadas, amorais, concorrendo à um cargo de suma importância sem que nada estivesse acontecendo, num ritual digno de cinema, e nós participando de um filme de terror, e o roteiro são mais milhóes de pessoas sendo marginalizadas pelas políticas públicas, sendo iludidas por falsas promessas, recebendo esmolas de programas de assistência social, ou melhor programas de dependência social.

Mas temos culpa disso aí !!! Temos mesmo !! Pois nos contentamos com coisas passageiras. Como “boquinhas” em prefeituras e governos estaduais, com aqueles blocos para as nossas obras, ou então aqueles míseros 20 reais por termos mais um filho no Bolsa Dependência. Assim não dá….. e eles aproveitam e como, essa nossa mentalidade temporária, mas não podemos em hipótese nenhuma reclamar. Estamos surfando essa onda já algum tempo. O que não é mais permitido hoje !! CHEGA !!!

Reflitam, queremos o quadro que aí esta ?? Por quanto tempo mais ??

Abração

Read Full Post »